segunda-feira, 13 de março de 2017

Guia de lâmpadas para uso profissional.

Há vários elementos que devem ser levados em consideração na hora de produzir um evento. É necessário ter atenção aos detalhes pois, qualquer coisa aparentemente insignificante pode formar um grande problema, podendo até prejudicar o andamento do seu evento.
Um dos fatores mais importantes nos espetáculos é a luz, é necessário saber como acertar na iluminação do seu evento. Confira algumas sugestões com o guia de lâmpadas de uso profissional para te dar aquela força!


Depois de saber algumas de nossas sugestões resta escolher bem o seu equipamento, acesse nosso site e
confira a variedade de produtos de iluminação que temos para não te deixar na mão no próximo evento.

Clique aqui e confira!

sábado, 4 de março de 2017

AES67 suporte para TF Series com NY64-D Dante Card


A popular Série TF da Yamaha com a intuitiva operação TouchFlow™ expandindo significativamente a capacidade de operação em rede de áudio com atualização de firmware versão 3.1, com lançamento previsto para 01 de março de 2017. A atualização permitirá equipar a Série TF a placa de interface NY64-D Dante para se conectar a redes de áudio, como Ravenna que suportam o áudio-sobre-IP padrão de interoperabilidade AES67.



A solução de rede de áudio Dante™ por Audinate® foi adotada pela primeira vez pela Yamaha em 2012 para a série CL de mixers digitais, e tem sido a nossa rede de escolha para dispositivos de áudio profissionais, mixers digitais, processadores de sinal digital, amplificadores de potência, e mais. A compatibilidade AES67 permitirá que a Dante se comunique com uma variedade de outras redes de áudio para uma maior flexibilidade do sistema.

O padrão de interoperabilidade de áudio-sobre-IP da AES67 foi estabelecido pela Audio Engineering Society (AES) em setembro de 2013. A rede de Ravenna por ALC NetworX é compatível com AES67, assim como novos produtos e atualizações para a rede Q-LAN de QSC e a Livewire+ rede da Axis Áudio.

A Audinate já começou a fornecer suporte AES67 em Dante, e a Yamaha está em processo de atualização dos produtos Dante equipados com o dispositivo correspondente e atualizações de firmware Dante. As atualizações já foram lançadas para os consoles da série CL/QL e das séries I/O racks, e agora a atualização V3.1 adiciona o suporte a AES67 aos consoles da Série TFO novo firmware também suporta bloqueio de dispositivo Dante, permitindo PIN de bloqueio e desbloqueio de dispositivos com base em uma rede Dante.

O diretor da unidade de negócios da Yamaha Pro Áudio, Yoshi Tsugawa comenta: "Continuando o processo que começou com atualizações para os consoles da série CL/QL e séries I/O unidades no ano passado, a nova atualização V3.1 adiciona suporte AES67 aos nossos mixers da série TF. Isto permitirá que os consoles da série TF se conectem às redes de Ravenna em som ao vivo e outras aplicações onde eles já são populares, aumentando ainda mais sua versatilidade e valor aos nossos clientes."


Uma introdução: Usando AES67 com Dante:

Andy Cooper, gerente de engenharia de aplicação pro áudio, introduz o novo padrão de rede de áudio AES67, explicando quando necessário, como ele funciona com Dante, e mostrando alguns exemplos do sistema.

.


    Confira em nosso site os produtos citados na matéria.


 Mesa de Som Digital Yamaha TF1 Mesa de Som Digital Yamaha TF3 Mesa de Som Digital Yamaha TF5
 Mesa de som Digital Rack Yamaha TFRACK Interface para mixers digitais 64 canais Yamaha NY64D Multicabo Digital Yamaha TIO1608D

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Webinário Shure - Inteligibilidade, Acústica e Distância Crítica


.

Sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017
10:00 - 11:00 (horário de Brasília)
Para obter o melhor áudio possível, seja em uma sala de reuniões ou em um palco, é necessário conhecer alguns conceitos básicos sobre como melhorar a inteligibilidade do áudio. Dessa forma, podemos entender melhor o que um orador está dizendo - áudio com maior clareza nos permite entender melhor a comunicação de ideias e de informações. 
Inscreva-se aqui para aprender: 
  • Quais tipos de microfones usar e para quais aplicações 
  • Como melhorar a inteligibilidade com técnicas simples
  • Como configurar um sistema de áudio para evitar problemas

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Webinário Shure - Microfones para Estúdios de Gravação



.

Sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017
11:00 - 12:00 (horário de Brasília)

O microfone é uma ferramenta indispensável em um estúdio de gravação. Em um home studio, estúdio de médio porte ou até mesmo em um estúdio profissional, é preciso contar com uma coleção de microfones para captar diferentes sons, timbres e instrumentos. No curso online da Shure, apresentaremos algumas sugestões que vão do pequeno home studio ao estúdio profissional, abrangendo todos os gostos.
  
Inscreva-se aqui para aprender:
  • Quais microfones considerar para um home studio
  • Microfones indispensáveis para bateria
  • Microfones para voz e uma grande variedade de instrumentos

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Mesa digital ou analógica? Saiba os prós e contras.


 MIXER


Mesa de som digital X Mesa de som analógica.


Quando o assunto é som a discussão ferve, não só entre engenheiros de som e técnicos, mas também entre músicos, produtores, artistas e amantes de áudio. O assunto está ficando antigo até mesmo no Brasil, principalmente quando se trata da questão: Mesa de som analógica ou Digital?

Por mais que as duas opções, como todo produto, têm os prós e os contras a polêmica não para, os usuários questionam e defendem a melhor opção baseado em suas experiências e opiniões. Mas afinal, quais são as vantagens e desvantagens desses mixers?


A diferença: Mesa de som digital e analógica.


Mesa de som é um equipamento, onde é possível controlar diversos canais de áudio, canais que correspondem a microfones, instrumentos, CD Player, entre outros que são divididos por botões, entradas e saídas. Consoles para mixagem baseiam-se em duas tecnologias: Digital ou analógica, que tem diferentes funcionalidades, mas o mesmo objetivo.

A diferença básica é que a mesa analógica tem a voltagem direcionada por meio do seu circuito, enquanto a mesa digital lida com informações digitais do som, a partir do mixer analógico foi feito uma reaplicação tornando alguns procedimentos mais práticos, convertendo as ondas puras em sinais digitais, assim surgindo o formato de console mais moderno.

Nos anos 90 as diferenças entre as mesas eram grandes, a qualidade do som do mixer clássico era gritante comparado ao mais moderno, atualmente os formatos digitais evoluíram e cada vez mais surpreendem os músicos e produtores, até mesmo aqueles que são mais conservadores.



TABELA_COMPARATIVA_DIGITAL_VS_ANALÓGICA





Prós e contras: Mixer analógica.



Este formato ainda está espalhado em estúdios profissionais do mundo todo, muitos usuários preferem a qualidade do som quente e natural que as mesas analógicas proporcionam e gostam de operar com botões e teclas que regulam a intensidade do som, com isso, a analógica necessita de bons músicos, pois a possibilidade de deixar tudo por conta do computador não existe. 



 CONSOLE_ANALÓGICO




  • Som mais quente e puro, devido a gravação em fita. Este formato é muito usado por bandas gaúchas pois realça o som do baixo e bateria. Porém a digital não fica atrás em termos de qualidade;
  • Não soa igual a uma digital, que apresenta efeitos bem parecidos em seus equalizadores;
  • Não aceitam plugins para melhorar o som, o que nas digitais é oferecido em grande quantidade;
  • Filtros analógicos são mais naturais que os digitais, que necessitam de diversos plugins até que seja alcançado o som almejado.  


Prós e contras: Mixer digital.


A mesa digital é um grande passo tecnológico no quesito produção de som. Sua forma é “alterável”, bastando apenas apertar um botão para reconfigurar toda a mixagem. Além de que, faz conexões com tablets e computadores, dando assim, uma funcionalidade mais usual e dinâmica na mixagem e produção. Esse formato modela e recria, com fidelidade sons naturais em digitais. 

 CONSOLE_DIGITAL

  • São compactas e práticas, pois chegam a utilizar o mesmo conjunto de controles para variados canais;
  • A maioria possui interface de áudio integrada, facilitando assim mixar o áudio no computador;
  • Variedade de efeitos, podendo ser gravados no software da própria mesa;
  • Como a saída da mesa é digital, é necessário usar uma interface com entrada ótica para receber o sinal da mesa.


Fim da polêmica?


Sabendo mais sobre as características de cada mesa e a qual se encaixa melhor nas necessidades de cada um, concluísse que não existe melhor ou pior, mas sim o mixer certo para cada perfil de usuário, baseando-se em adaptação, experiência e principalmente, gosto.
Agora o que resta é escolher a melhor marca para comprar, por que isso sim faz diferença, pois as variações entre uma marca e outra são bastantes significativas, logo, é preciso ter atenção na hora de comprar a mesa, seja ela digital ou analógica.    


Clique aqui, acesse nosso site e verifique qual a melhor mesa para sua necessidade.







quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Webinário Shure - Áudio digital, redes e Dante

.

Sexta-feira, 27 de janeiro de 2017
11:00 - 12:00 (horário de Brasília)

O áudio em ambientes corporativos é indispensável. Para entender bem como integrar áudio digital para instalações, é necessário entender sobre tecnologia, protocolos e conceitos básicos que nos ajudam a obter o melhor áudio possível em videoconferências e telecomunicações corporativas.
 
Inscreva-se aqui para aprender:
  • Conceitos básicos de áudio digital
  • Protocolos de áudio digital
  • Áudio Dante

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Lançamento Yamaha TF-RACK - A versão compacta da Série TF da Yamaha

 TFRACK

A TF-RACK é uma versão compacta de montagem em rack das mesas de som digitais da série TF da Yamaha, ele apresenta o mesmo nível de performance e operações revolucionárias que os consoles TF, proporcionando aos engenheiros de som uma experiência de controle intuitivo, flexibilidade e liberdade criativa.
Com a TF-RACK é possível controlar diversos canais de áudio, canais que correspondem a microfones, instrumentos, entre outros que são divididos por botões, entradas e saídas. O produto apresenta-se como uma solução tudo em um de mistura e processamento para som ao vivo, seja o evento de pequeno ou médio porte.
A unidade em rack compacta e portátil, integra uma interface intuitiva, controle natural, 8 unidades de efeitos/processamento digitais e diversos atalhos para sonoridades incomparáveis. 
 TFRACK
 TFRACK

Conectividade versátil.

A TF-RACK é equipada com 16 entradas mic/line + 1 entrada stereo line e 16 saídas na sua estrutura compacta (8 XLR e 8 TRS), e ligação USB para gravação/reprodução em PC em modo multi-canal. O mixer digital rack pode cobrir todas estas aplicações:

 TFRACK



Tendo ainda uma slot que pode abrigar uma carta de expansão NY64-D. Como as demais da série TF, a TF-RACK pode facilmente adicionar até três racks Tio1608-D I/O com carta NY64-D, usando o modo QUICK CONFIG do console.


Acesso Instantâneo as configurações de som com Quickpro Presets™.

Como se não fosse suficiente o produto compacto da Yamaha incorpora Quickpro Presets™ otimizado para dar um leque de variedade de microfones e equipamentos de saída, poupando o tempo dos experientes e dando aos iniciantes facilidade para achar a sonoridade ideal.


Um botão para a som ideal.

O 1-knob COMP™ e 1-knob EQ™ oferecem ao usuário o som ideal, estão incluídos também nos canais de saída, permitindo assim a compressão e equalização de saída mais rapidamente, essa função possibilita o usuário dar vida a uma guitarra, adicionar impacto a um baixo, dar definição às vozes de forma rápida e simples, sem a necessidade de afinar vários parâmetros para atingir o efeito almejado, tornando um processo fácil até mesmo para os iniciantes.  


Cenas em memória.

Cenas em memória que guardam definições de mistura para chamada instantânea, a memória de cenas apresenta os bancos A e B, cada um com capacidade para 100 cenas, ou seja, um total de 200 cenas que permitem gravação e chamada instantânea. Estes bancos são ideais para organizar diferentes tipos de cenas, por exemplo: um para cenas organizadas por tipo de evento, e outro por tipo de música. Existem cenas pré-programadas que permitem aos usuários ligarem a um ponto de partida: cenas com controles de 1-knob COMP e 1-knob EQ para operação mais simples, e cenas com controles 1-knob desativados para os que preferem seguir um procedimento próprio.


Pré-Amplificadores D-PRE™.

O rack também proporciona o tão aclamado pré-amplificador D-PRE™ de microfone recarregáveis, que tem um papel predominantemente na definição de som na mistura final. O circuito dessa função é baseado em uma configuração de par de Darlington discretos invertidos, atingindo uma amplificação limpa e precisa com baixo ruído e distorção.


Aplicativos que funcionam perfeitamente com o console.


É bastante comum aplicativos de software separados que permitem mixagem sem fio, mixagem de monitor pessoal ou configuração off-line de consoles de mixagem digitais ao vivo.
A TF Rack vai um passo adiante com três aplicativos: TF Editor, TF StageMix e MonitorMix. Esses aplicativos possuem interfaces de usuário que expandem o mixer de forma transparente em qualquer dispositivo.

Monitorização Pessoal com MonitorMix e TF StageMix™.


TF stagemix™ para mistura wireless, uma aplicação para iPad que permite o controle sem os fios dos consoles da série TF. Monitorização pessoal com monitormix permitindo misturas de AUX individuais de acesso sem fios para até 10 iPhones, iPads ou iPods touch simultaneamente. 


Simplificando a edição com editor TF.

Editor TF que simplifica a edição offline e showtime control. A aplicação para computadores Windows e Mac apresenta-se como uma interface completa para edição offline e configuração dos mixers TF, além de ser possível fazer a configuração do console em modo offline em qualquer lugar ou hora, o editor TF pode ser usado em modo online simultaneamente com as aplicações TF StageMix e MonitorMix.
 NY64D

Solução Plug In & Play Dante Stagebox.

Solução plug in e play Dante Stagebox que pode recriar um sistema de stage box versátil com até 64 entradas e 40 saídas, em conjunto com Tio1608-D I/ONY64-D, todos agregados num rack compacto.

O posicionamento inquestionável da Yamaha no reforço sonoro ao vivo está bem presente e segura na série TF, e o TF-RACK apresenta (em um formato compacto) a alta qualidade de performance e operações incríveis da série. Com TF-RACK reprodução sonora em palco de confiança é base, e o produto proporciona isso com abundância, dando ao usuário facilidade, flexibilidade e liberdade criativa.


Clique aqui para adquirir sua TF-RACK Yamaha!